Allende

Às 1:05 horas da manhã de 8 de fevereiro de 1969, uma bola de fogo brilhante apareceu sobre os céus do México. A queda foi avistada por vários moradores da região norte do México. Milhares de fragmentos se distribuíram por um campo de espalhamentos de quase 50 km de extensão, totalizando uma área de 460 km2. A massa principal pesa mais de 100 kg (que se fragmentou no impacto), e o total passa de 2 toneladas de material, sendo essa a maior queda de material carbonáceo da história. Até hoje ainda são encontrados fragmentos na área. Depois da queda vários fragmentos foram prontamente encontrados e uma grande quantidade de material invadiu os museus americanos e mexicanos da época. Devido a até então raridade deste material, os vários fragmentos desses meteoritos foram estudados nos novos laboratórios da NASA, como um teste para os equipamentos destes. Esses laboratórios haviam sido criados especialmente para estudar o material trazido da Lua pelos astronautas da missão Apollo XI (e as missões subseqüentes) alguns meses depois.