Soledade (Arvorezinha)

 

 

Duas pedras de meteoritos são localizadas no município. Elas foram localizadas na quinta-feira, dia 16.

A confirmação de que as pedras são realmente meteoritos foi feita pelos professores de Geociência da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e do Programa em Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ari Roisemberg e Antônio Pedro Vieiro que estiveram na cidade realizando testes em amostras das pedras.
Os dois meteoritos são do tipo Siderito e são considerados pelos especialistas como raros, pois apenas 5% do total de meteoritos são dessa classe. Segundo os professores, as duas pedras pertencem ao centro de alguma estrela ou planeta que tenha explodido há muitos anos, porém, não é possível calcular com exatidão há quanto tempo eles explodiram e nem há quanto tempo estão junto ao solo.
Segundo os pesquisadores, os dois meteoritos não possuem valor comercial, porém, possuem grande importância para a história, pois até o momento existem apenas 56 registros de meteoritos em todo o território brasileiro, sendo 22 casos no Rio Grande do Sul, contabilizando os dois de Arvorezinha.

Vídeo sobre o acho do meteorito de Arvorezinha.

O estudo inicial desse meteorito ficou a cargo de pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Parece que este estudo não evolui e não sei se chegaram a alguma conclusão em relação a classificação.  Recentemente em conversa com a Dra Zucolotto, a mesma informou que fez a análise desse meteorito e tanto a estrutura quanto a análise quimica é identica ao Soledade, encontrado a alguns km de Arvorezinha. Desse modo a conclusão é de que essas massas encontradas são novos individuais do Soledade. A classificação do Soledade foi feita pela Dra Zucolotto, assim a maior autoridade nesse meteorito.