Tagish Lake

 Uma bola de fogo brilhante seguida por explosões altas foi amplamente observada ao longo do território de Yukon e do norte da Colúmbia Britânica, Canadá, em 18 de janeiro de 2000, aproximadamente ÁS 8:45 horário local. A bola de fogo também foi detectada por satélites em órbita da Terra. As nuvens de poeira geradas pala fragmentação terminal foram amplamente observadas. Jim Brook recuperou dezenas de fragmentos totalizando cerca de 1 kg sobre o gelo do Braço Taku, Tagish Lake, em 25 e 26 de janeiro. Entre 20 de abril e 08 de maio, aproximadamente 500 amostras adicionais foram localizados sobre o gelo do Taku e em um pequeno lago anónimo 1,5 km para o leste, mas apenas cerca de 200 foram recuperados pois muitos haviam derretido o gelo fazendo sua coleta algo demorado. A recuperação foi priorizada com base na massa dos meteoritos e no seu grau de desagregação. A massa total coletada foi entre 5 e 10 kg. O campo de espalhamento é de pelo menos 16 × 3 km.

Esse meteorito foi recolhido de forma muito particular, sendo sempre usadas luvas e sendo mantido congelado desde então. Além disso, devido sua composição, esse meteorito foi classificado como uma das quedas mais importantes da história recente e a mais significativa da história do Canadá.