Dronino

Um fragmento de 40 kg foi encontrado por Oleg Gus'kov, residente em Moscou, quando voltava para casa após coletar cogumelos perto da aldeia de Dronino no distrito de Ryazan, em julho de 2000. No início de 2003, ele foi levado para Vernad, e identificado como um meteorito. No verão de 2003, expedições científicas e caçadores de meteoritos coletaram mais de 600 fragmentos (o maior de 250 kg), totalizando cerca de 3000 kg e que se encontravam a uma profundidade de 0,2 à 2 m em uma área de 0.5 por 1.5 km. A distribuição dos fragmentos sugere que o meteorito formou uma cratera, agora enterrada, com cerca de 30 m de diâmetro. Esta cratera não é mais visível na topografia atual do lugar. Não existem registros históricos da queda de um meteorito, por isso parece provável que o meteorito tenha caido antes do século 12, quando a área era rargamente despovoada.