São João Nepomuceno

Um meteorito metálico, pesando cerca de 15kg e medindo 54 x 20 x 11 cm foi encontrado nas proximidades de São João Nepomuceno e doado ao Museu Nacional pelo Dr. Sylvio Froes de Abreu, então diretor do Instituto Nacional de Tecnologia. Indagações posteriores na referida cidade, veiram por em dúvida a correta procedência. Até hoje nada mais se sabe deste meteorito.

Trata-se de um meteorito muito particular por conter silicatos, ricos em sílica. O único semelhante a ele é o Steinbach.

O São João Nepomuceno ainda não foi descrito, embora se tenha todos os resultados das análises químicas feitas por Silveira, M. R. V: Fe 91.60%; Ni 7.92%; Co 0.4%; P 0.54%; S 0.008%; Si 0.018%; Cu < 0.01%; As < 0.0001%.

Exibe estrutura de Widmanstatten bem definida com largura 0.35+-0.1mm, tratando-se, portanto, de um octaedrito fino. Pertence ao grupo IVA - Anômalo, contendo numerosas inclusões de silicatos, policristalino.

Fonte: Meteoritos: Cofres da Nebulosa Solar, Scorzelli, Varela, Zucolotto.