Gebel Kamil

Em 2008, uma cratera medindo 44,8 m de diametro e 15,8 m de profundidade (originalmente, hoje parte está preenchida por areia), foi descoberta por um grupo de estudos italiano (chefiada por V. De Michele, antigo curador do Museu de História Natural de milão, Itália) usando imagens do Google Earth a apenas 600 m da fronteira entre o Egito e o país vizinho, o Sudão. A primeira expedição a estudar a cratera revelou que inicialmente (antes do impacto) o meteorito deveria pesar entre 5 a 10 toneladas e media cerca de 1,3 m de diâmetro.

Um total de cerca de 1600 kg de meteoritos ferrosos do tipo sharpnel (milhares de pedaços), variando de 1 g até 35 kg, mais uma massa individual de 83 kg completamente coberta por regmagliptos, foi encontrada em torno da cratera batizada de Cratera Kamil em Fevereiro de 2009 e Fevereiro de 2010. Aproximadamente 800 kg da massa total encontrada em campo foi recuperada.