Tulia (A)

Este meteorito foi encontrado em 1917, no Condado de Swisher, Texas, EUA, quando duas pedras, pesando 14,9 kg e 8,9 kg, foram dessenterradas por um arado de um agricultor. Ambas as pedras demonstravam oxidação extremas.  O próprio Nininger, ao saber do achado, se dirigiu a região para participar da identificação e busca dos fragmentos.Centenas de outros exemplares já foram recuperados devido aos grandes esforços de coleta nesse condado quase livre de pedras e devido à cooperação e atenção da população.

Outros meteoritos, não relacionados a essa quedas mas que também foram encontrados na mesma área, são conhecidos como Tulia (b), Tulia (c), Túlia (d) e Túlia (ferroso). Esses meteoritos juntos ao meteorito Dimmit acabam então trazendo alguma confusão para o cálculo exato de quanto material desta queda foi recuperado, já que os campos de espalhamentos de todos acabam se interceptando.