Quijinque

 Uma unica massa pesando 59 kg foi trazida ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT - em Dezembro de 1998. Foi dito que ela foi descoberta a cerca de 35 a 40 anos antes pelo Sr. Atanásio Cosmo Soares (já falecido) enquanto fazia buracos para por uma cerca em torno da sua propriedade, o sítio Quijingue, próximo a cidade de Quijingue, na Bahia (10º45' S, 39º13' W). A pedra estava intemperizada e coberta por buracos que delimitavam antigos lugares ocupados por olivinas. Uma pequena parte da superfície havia sido martelada pelo contínuo uso da pedra como bigorna para dar formas a ferramentas da fazenda.

A pedra foi cortada em três pedaços no IPT. O maior e o menor foram devolvidos ao dono. O terceiro pedaço foi cortado novamente e alguns desses pedaços foram fatiados e usados para fazer uma “thin section” para microscopia óptica e eletrônica.

O meteorito Quijingue é considerado o primeiro palasito do Brasil.

 

http://www2.igc.usp.br/museu/artigos05.htm