Coleção Meteoritos
Meteoritos Impactitos
Coleção Brasileiros
Meteoritos Impactitos
A Venda
Meteoritos Impactitos Acessórios
Artigos

Tectito Irgizito (Kazaquistão)

Tectito

Irgizito

Os Irgizitos são encontrados na  cratera Zhamanshin de 13.5km de dimensão. A formação da cratera é estimada em 900.000 anos. Elementos como niquel, cobalto e cromo são encontrados nos tectitos Irgizitos em um nivel muito mais significante que o material geológico local que, de acordo com a sua forma e estrutura interna, leva a conclusão da origem de impacto do material. Assim como todos os tectitos, os irgizitos têm um baixo nivel de água, desta maneira são chamados de "vidro seco". A maioria dos irgizitos parecem ser fragmentos quebrados de escorrimento de vidro derretido.

Fragmento 4.249g

Tectito

Tectitos (do grego tektos, fundido) são pequenas rochas de vidro com dimensões de até alguns centímetros e que a maioria dos cientistas crê terem sido formadas na sequência de impactos de grandes meteoroides.

Com o impacto, os materiais terrestres são fundidos e projetados a distâncias de até centenas de quilómetros, arrefecendo e solidificando durante o seu trajeto no ar. Apesar de um impacto de um meteorito ser necessário à sua formação, os tectitos são formados a partir de material terrestre e não de materiais extraterrestres, como frequentemente é dito. Têm cor negra ou verde translúcida, com formas variáveis, incluindo, aerodinamicamente arredondados, discoid, gota, halter ou irregular.

Os tectitos são designados com base no local em que foram encontrados e estão associados a uma cratera de impacto. Como exemplo, os tectitos encontrados na República Checa são chamados moldavitos e estão associados à Cratera de Nördlingen.
 

Atualmente são conhecidos em todo o mundo quatro campos de dispersão de tectitos, mas apenas três deles foram associados a uma dada cratera.

Indicam-se abaixo alguns tipos de tectitos, agrupados nos quatro campos de dispersão conhecidos:
 

  • Campo de dispersão australasiático (maior região de espalhamento de tektitos. Sem cratera associada identificada; veja  cratera de Wilkes Land):
    • Australitos (Austrália, escuros, sobretudo pretos)
    • Indochinitos (Sudeste Asiático, escuros, sobretudo pretos)
    • Rizalitos ou Filipitos (Filipinas, escuros, sobretudo pretos com ranhuras "U" características)
    • Chinitos (China, pretos)
       
  • Campo de dispersão norte-americano (Cratera de impacto da Baía de Chesapeake, Estados Unidos, idade: 34 milhões de anos):
    • Bediasitos (Estados Unidos, Texas, pretos)
    • Georgiaitos (Estados Unidos, Geórgia, verdes)
       
  • Campo de dispersão da Costa do Marfim (cratera do Lago Bosumtwi, Gana, idade: 1 milhão de anos):
    • Ivoritos (Costa do Marfim, pretos)
       

Tal como a obsidiana, também os tectitos foram utilizados desde há milhares de anos no fabrico de utensílios, e em usos decorativos e rituais. Os impactos de meteoritos produzem também os chamados vidros de impacto. Porém, ao contrário do que sucede com os tectitos, estes não são projetados para longe da cratera, permanecendo antes nesta.