Coleção Meteoritos
Meteoritos Impactitos
Coleção Brasileiros
Meteoritos Impactitos
A Venda
Meteoritos Impactitos Acessórios
Artigos

Pasamonte (Novo México, USA)

Acondrito

Eucrito

Queda observada

Massa Total: 5,1 kg

Ás 5:00 hs na manhã de 24 de Março de 1933, aproximadamente 100 pedras totalizando 5,1 kg foram vistas e ouvidas cair no Novo México deixando testemunhas no Novo México, Colorado, Kansas, Oklahoma e tão longe quanto o Texas e Wyoming. A bola de fogo deixou um rastro de poeira grosso e retorcido no céu de provavelmente quase 2 km de largura e centenas de km de comprimento compreendendo talvez milhares de toneladas de material.

Agarrando sua câmera Kodak Brownie, Charles M. Brown tirou uma rara foto da bola de fogo durante o vôo, enquanto espiralava em direção a Terra. 

Uma pesquisa feita por Nininger demonstrou que o meteoro foi visível entre 15 a 22 segundos. A núvem de poeira foi visível por 3 horas ou mais. O diâmetro da esfera luminosa era de cerca de 10 km e o rastro espiral de fumaça de quase 2 km.

As pequenas pedras foram coletadas por rancheiros ao longo de uma distância de 45 km, próximo ao Rancho Pasamonte, a 40 km de Clayton, Novo México, e foram subseqüentemente identificadas como meteoritos por Nininger que localizou independentemente o campo de espalhamento depois de passar vários meses entrevistando testemunhas.

Fragmento 0,194

Acondrito

O termo acondritos significa ausência de côndrulos e, assim como os sideritos, são provenientes de corpos parentais cuja matéria primordial sofreu diferenciação. Este material, originário da nebulosa que formou o sistema solar e presente nos meteoritos condritos, sofreu a ação gravitacional ao longo de bilhões de anos dando origem a todos os corpos que conhecemos hoje no sistema solar como o sol, planetas, asteróides, etc. Os acondritos, por sua constituição mais leve, têm origem nas regiões do manto e crosta do corpo parental, ao contrário dos sideritos que, por serem constituídos de materiais pesados como ferro e níquel, são originários da região central do corpo parental.

Acondritos são originários de processos ígneos em corpos parentais originalmente constituídos por condritos. As rochas terrestres são semelhantes aos acondritos, pois também sofreram processos semelhantes durante formação da Terra que, por sua vez, também teve seu material primordial semelhante aos dos condritos. Os acondritos estão entre os meteoritos rochosos mais raros, porém mais comuns que os condritos carbonáceos.
Os acondritos estão divididos em dois grandes grupos: acondritos ricos em cálcio (entre 5 a 25% ou mais) e acondritos pobres em cálcio (3% ou menos).  Há seis grandes grupos de acondritos: Aubritos (AUB), Diogenitos (DIO), Eucritos (EUC), Hawarditos (HWD), Ureilitos e Brachinitos.

Eucrito

É o tipo mais comum de acondrito com quase 500 registros no Meteoritical Bulletin Database em 2009. Estão muito relacionados às rochas basálticas terrestres ou mesmo lunares apresentando até mesmo certa semelhança. A principal característica física que diferencia os eucritos dos diogenitos é a sua estrutura interna.