NWA 15373

Fragmento 2.377g

  • País: Noroeste Africano
  • Ano achado: 2022
  • Classificação: Acondrito Lunar
  • Massa total: 45 kg
  • Queda observada: Não
R$ 513,00
NWA 15373

Características físicas: Muitas peças de aparência idêntica totalizando 45 kg encontradas juntas. A maior peça individual é de 2,6 kg. Exterior irregular, de cor escura, sem crosta de fusão. A superfície serrada revela uma brecha fragmentária com clastos de cores claras e escuras em uma massa de solo cinza-escuro

 
Petrografia: (C. Agee e A. Ross, UNM) A microscopia de luz refletida e a análise de microssonda eletrônica confirmam uma brecha fragmentada lunar com clastos líticos, clastos minerais e fusão por choque. As fases principais são plagioclásio, pombonita, augita e olivina. Fases secundárias incluem metal de ferro com baixo teor de Ni, ilmenita, troilita, cromita, sílica e espinélio Ti-Cr.
 
Geoquímica: (A. Ross, UNM) Plagioclásio An96,5±0,5Ab3,3±0,5, n=5; pigeonita Fs25.7±6.1Wo5.1±3.0, Fe/Mn=55±6, n=5; augita Fs16,0±2,3Wo36,5±3,4, Fe/Mn=45±4, n=4; olivina Fa28,3±5,4, Fe/Mn=95±11, n=10.
 
Classificação: brecha fragmentária lunar
Acondrito

O termo acondritos significa ausência de côndrulos e, assim como os sideritos, são provenientes de corpos parentais cuja matéria primordial sofreu diferenciação. Este material, originário da nebulosa que formou o sistema solar e presente nos meteoritos condritos, sofreu a ação gravitacional ao longo de bilhões de anos dando origem a todos os corpos que conhecemos hoje no sistema solar como o sol, planetas, asteróides, etc. Os acondritos, por sua constituição mais leve, têm origem nas regiões do manto e crosta do corpo parental, ao contrário dos sideritos que, por serem constituídos de materiais pesados como ferro e níquel, são originários da região central do corpo parental. Acondritos são originários de processos ígneos em corpos parentais originalmente constituídos por condritos. As rochas terrestres são semelhantes aos acondritos, pois também sofreram processos semelhantes durante formação da Terra que, por sua vez, também teve seu material primordial semelhante aos dos condritos. Os acondritos estão entre os meteoritos rochosos mais raros, porém mais comuns que os condritos carbonáceos. No grupo dos acondritos, como material diferenciado, temos também os meteoritos lunares e marcianos.