Coleção Meteoritos
Meteoritos Impactitos
Coleção Brasileiros
Meteoritos Impactitos
A Venda
Meteoritos Impactitos Acessórios
Artigos

NWA 8277 (Northwest Africa)

Acondrito

Lunar

Achado

Massa Total: 773g

Histórico: Comprado por Adam Aaronson no Marrocos, 2013.

Características Físicas: Pedra única, sem crosta de fusão, porção externa desgastada pela areia do deserto com inúmeros clastos de colorações claras e escuras. Corte revela uma textura brechada com feldspato branco e grãos de piroxenos e olivinas verde oliva (até 3mm) em uma matriz verde-cinza escura.

Petrography: (C. Agee, UNM) Exame na microssonda de uma lâmina polida exibe uma brecha fragmentada de grãos de plagioclase, piroxeno e olivinas em uma ampla gama de tamanhos. A matriz principal é variável com algumas regiões exibindo uma textura uniforme de grãos finos suboliticos de plagioclase-piroxeno, enquanto outras regiões exibem clastos de minerais bem compactados variando de 10 a 300 μm. Há várias fronteiras bem definidas entre várias regiões com texturas variáveis, com ao menos duas populações de olivinas distintas, e uma ampla gama de composições de piroxenos, indicando múltiplas litologias de brechas com fragmentos amalgamados. Componentes acessórios como ilmenita, silica polifórmica e troilita.

Geoquimica: (C. Agee, UNM). Grão de olivina Faialita Fa92.0, Fe/Mn=92; Olivina forsteritica Fa41.1±11.8, Fe/Mn=103±8, n=9; piroxeno Fs40.5±12.9Wo22.4±9.4, Fe/Mn=65±9, n=63; plagioclase An90.9±7.2Ab8.6±6.8Or0.5±0.5, n=30.

Classificação: Acondrito (brecha lunar), possivelmente pareado com o NWA 7611.

Espécimes: Total of 21 g em depósito na Universidade do Novo México. Aaronson mantém a massa principal.

Fatia 0.13g

R$ 290,00

Fatia 0.061g

R$ 210,00

Fatia 0.611g

R$ 830,00

Fatia 37mg

R$ 200,00

Fragmento 13mg

R$ 125,00

Acondrito

O termo acondritos significa ausência de côndrulos e, assim como os sideritos, são provenientes de corpos parentais cuja matéria primordial sofreu diferenciação. Este material, originário da nebulosa que formou o sistema solar e presente nos meteoritos condritos, sofreu a ação gravitacional ao longo de bilhões de anos dando origem a todos os corpos que conhecemos hoje no sistema solar como o sol, planetas, asteróides, etc. Os acondritos, por sua constituição mais leve, têm origem nas regiões do manto e crosta do corpo parental, ao contrário dos sideritos que, por serem constituídos de materiais pesados como ferro e níquel, são originários da região central do corpo parental.

Acondritos são originários de processos ígneos em corpos parentais originalmente constituídos por condritos. As rochas terrestres são semelhantes aos acondritos, pois também sofreram processos semelhantes durante formação da Terra que, por sua vez, também teve seu material primordial semelhante aos dos condritos. Os acondritos estão entre os meteoritos rochosos mais raros, porém mais comuns que os condritos carbonáceos.
Os acondritos estão divididos em dois grandes grupos: acondritos ricos em cálcio (entre 5 a 25% ou mais) e acondritos pobres em cálcio (3% ou menos).  Há seis grandes grupos de acondritos: Aubritos (AUB), Diogenitos (DIO), Eucritos (EUC), Hawarditos (HWD), Ureilitos e Brachinitos.